João Martins assume direção-geral da ADRAL

A Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo tem novo diretor-geral desde o passado dia 3 de abril, data em que foi apresentado à equipa pelo presidente do conselho de administração da ADRAL, José Calixto.

​João Martins é licenciado em Estatística e Gestão de Informação pela Universidade Nova de Lisboa/ISEGI – Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação, mestre em Ecologia Humana e Problemas Sociais Contemporâneos pela mesma universidade, e encontra-se neste momento a terminar um doutoramento em Desenvolvimento Territorial Sustentável, na Universidade da Extremadura (Espanha). Acumula ainda um Diploma em Estudos Avançados (DEA) na área da Planificação Integral e Desenvolvimento Regional, pela Universidade da Extremadura, e uma pós-graduação em Marketing para Executivos pela Faculdade de Ciências Empresariais e Económicas da Universidade Católica Portuguesa.

 

Ao longo do seu percurso profissional tem trabalhado sobretudo na área do Planeamento e Desenvolvimento Regional, tendo desempenhado funções como consultor e docente universitário. Integrou também os órgãos sociais de diversas organizações e empresas, tais como a Gescruzeiros, a Gestalqueva e a Rede Europeia Anti-Pobreza, sendo actualmente presidente da mesa do conselho-geral do núcleo de Beja desta última. Ingressou na EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva, SA. em 1996, empresa onde já teve diferentes cargos de chefia, o mais recente como Diretor do Gabinete de Desenvolvimento e Responsabilidade Social.

 

Participou como orador em diversos seminários, conferências e congressos nacionais e internacionais, e desempenha ainda papéis relevantes noutras entidades da região, nomeadamente no acompanhamento da ATLA – Associação Transfronteiriça do Lago Alqueva.

 

Joao Martins assume desta forma a sua vocação para enfrentar desafios e propõe-se, com o apoio dos colaboradores, acionistas e corpos sociais da ADRAL, bem como das demais entidades públicas e privadas, num esforço conjunto e concertado, reposicionar a Agência enquanto importante ativo para o desenvolvimento da região, ao serviço dos seus agentes e de todo o Alentejo.